TESTE DE AVALIAÇÃO – LÍNGUA PORTUGUESA – 8º ANO – Falar verdade a mentir

16 Maio

Publicado em http://linguaportuguesa8ano.blogspot.com por António Alves

 TESTE DE AVALIAÇÃO – LÍNGUA PORTUGUESA – 8º ANO

Ano lectivo _______/_______

Nome: ________________________________________ Nº____ Turma: ___

Encarregado de Educação: ________________________________________

Classificação: _________________ O Professor: __________________

TEXTO
Lê o texto com muita atenção.

CENA XVI
(…) GENERAL – Dou-lhe os parabéns, senhor Brás Ferreira: o seu genro parece um rapaz extremamente amável.

BRÁS FERREIRA – (baixo ao general) – Espere, espere e depois falará, (a Duarte) É preciso que saibas, meu caro amigo, que este senhor vem a Lisboa para negócios que tem na secretaria da guerra, e precisa muito do valimento do general Lemos.

DUARTE – Melhor… Dizem que é um homem justo e imparcial; e toda a gente o estima.

BRÁS FERREIRA – Pois sim… mas tu tens relações de intimidade com ele, não podias pela tua influência?…

DUARTE – Ah! certamente… terei a honra de lho apresentar. Há-de gostar dele, verá: um homem agradável e que, sem bazófia, é meu amigo.

BRÁS FERREIRA – (rindo) – Hem!

GENERAL – (baixo a Brás Ferreira) – Até aqui, acho que diz a verdade.

DUARTE – E alegre!… Olhe, à mesa me não deixava ele só, como aqui me fizeram. Ainda ontem almoçámos nós juntos em sua casa.

BRÁS FERREIRA e GENERAL – Em casa dele?! DUARTE – Sim, juntos, ao pé um do outro.

BRÁS FERREIRA – Então muito mudado está ele de ontem para cá.

DUARTE – Porquê? BRÁS FERREIRA – (apontando para o general) – Porque ele aqui está, e tu não o conheceste.

DUARTE – (surpreendido) – O general Lemos!

JOAQUINA – (aparte) – Estamos perdidos.

AMÁLIA – Tudo, tudo está perdido.

DUARTE – (tornando a si logo) – O quê! pois este é o senhor general Lemos? Muito sinto… não tenho a honra de o conhecer.

BRÁS FERREIRA – Não duvido… mas nem por isso deixa de ser ele em pessoa.

DUARTE – Há-de perdoar-me, meu tio; eu não digo o contrário; mas não foi com este senhor que eu almocei ontem: a verdade pura é esta. Como isto foi é que eu não sei; mas a não ser que haja outro general Lemos em Lisboa…

GENERAL – Em Lisboa, do apelido de Lemos nem eu conheço senão meu primo, o coronel Francisco de Lemos.

DUARTE – Exactamente. Pois foi em casa dele, decerto, que ontem me apresentaram, e provavelmente com ele é que eu almocei.

GENERAL – Não teria dúvida nenhuma em o acreditar, se não fosse uma pequena dificuldade; e é que há três meses que está em Inglaterra.

DUARTE – (aparte) – Co’a breca! (alto) É que voltaria há pouco, sem se saber… porque ele ontem estava em Lisboa.

BRÁS FERREIRA – Não estava.

DUARTE – Estava tal.

BRÁS FERREIRA – Pois bem, rapaz, esqueço-me de tudo… se me provares essa.


I – Compreensão Global da Obra

Verifica os teus conhecimentos sobre a obra. Basta para isso seleccionares a opção correcta: Verdadeiro/Falso.

1. José Félix não via Joaquina há 12 meses.

2. O pretendente de Joaquina, primeiro, declara o seu sentimento.

3. Só então José Félix passa a falar dos seus interesses materiais.

4. Joaquina comunica a José Félix que no dia do casamento de Amália e Duarte receberá um dote de cem moedas.

5. Joaquina dialoga com José Félix, mas não forma com ele um par amoroso.

6. Com o diálogo inicial de Joaquina e José Félix pretende-se criticar, por exemplo, a rivalidade entre Lisboa e Porto.

7. A linguagem utilizada por Joaquina em nada denuncia a sua origem social.

8. Quem pretende o dote de Joaquina é Duarte.

9. José Félix personifica a tradicional figura do “desenrascado”.

10. O pai de Joaquina vem a Lisboa com o sentido de pôr à prova o namorado da filha.

11. Amália diz a José Félix e a Joaquina que Duarte não tem qualquer defeito.

12. Para José Félix, a permanência em Lisboa também foi frutuosa.

13. Duarte revela cedo a sua propensão para a mentira fácil.

14. Duarte chega a ser ultrapassado pelas próprias mentiras.

15. Duarte conta a Brás Ferreira a triste história de uma marquesa brasileira.

16. Duarte afirma ser director do museu do Chiado.

17.A aquisição e venda da casa em Lisboa constituem uma mentira bem enredada.

18. José Félix finge ser Tomás José Marques, o comprador da casa de Duarte.

19. Tomás José Marques confirma a amizade do General Lemos por Duarte.

20. Duarte diz a Brás Ferreira que não pode sair de casa, porque está à espera do adversário francês.

21. Brás Ferreira surge na obra como um homem de palavra.

22. Em conversa com Brás Ferreira, o General Lemos desfaz muitas mentiras que Duarte havia proferido a seu respeito.

23. A Amália é uma personagem que pode retirar-se da acção sem prejuízo da mesma

24. O General Lemos nunca se deixa sugestionar pelas lisonjas que Duarte lhe dirige

25. O General Lemos contribui decisivamente para um “final feliz”.
2

6. Para José Félix, a verdade segura está no dinheiro que ele e Joaquina recebem.

Depois de teres lido o texto com atenção e do conhecimento que tens da obra, responde às questões que te são apresentadas de forma clara e completa:

II – INTERPRETAÇÃO / COMPREENSÃO
1. A que modo e género literário pertence este texto? Justifica a tua resposta.

2. Situa o texto transcrito na estrutura interna da obra. Justifica a tua resposta.

3. O General Lemos referindo-se a Duarte afirma: “… o seu genro parece um rapaz extremamente amável.”
3.1. Caracteriza-o de forma completa.

4. Que estratagema utiliza Brás Ferreira para apanhar e confundir Duarte?

5. Qual a reacção de Duarte ao saber que estava a falar com o General e que mentira inventa de seguida?

6. Qual a condição apresentada por Brás Ferreira para perdoar a Duarte?

7. Quem virá salvar, de novo, a situação? Como?

8. O texto dramático é constituído por texto principal e texto secundário. Distingue-os e dá um exemplo para cada um deles.

9. Um dos objectivos do texto dramático é divertir, fazer rir os espectadores.
9.1. Identifica um tipo de cómico presente no texto, explica em que consiste e dá um exemplo.

10. A linguagem utilizada pelas personagens ajuda a caracterizá-las. Identifica e justifica o registo ou nível de língua utilizado em cada uma das falas:
a) José Félix – A poesia da vida é esta, Joaquina. Mas… mas passemos à vil prosa dos interesses materiais do País, se é preciso. Vá. Far-te-ei mais      esse sacrifício. Que exiges tu de mim?
b) Joaquina – Que deixes essas patetices agora e oiças. …

11. O dramaturgo, quando escreve um texto dramático, tem vários objectivos: criticar, divertir, moralizar.
11.1. Refere as principais críticas que são feitas nesta comédia.

12. As palavras, que se seguem, fazem parte do campo lexical do teatro. Define-as.
ponto
bastidores
cenógrafo
encenador

III – CONHECIMENTO EXPLÍCITO DA LÍNGUA

1. Faz a pontuação do seguinte texto: «Leopoldo tomou fôlego e então de uma só vez disse Mas por que é que é preciso ler Àquela pergunta seguiu-se um instante de silêncio O pai deu uma dentada num pastel e cuspiu-o logo de seguida porque o recheio estava incandescente O que é que estás para aí a dizer perguntou a mãe sentando-se à mesa Por que é que é preciso ler insistiu Leopoldo Porque respondeu o pai bufando quem lê conhece coisas E quem as conhece domina-as (…).»
Tamaro, Susana – O Menino que Não Gostava de Ler, Ed. Presença

2. Faz a análise morfológica da frase: “ – Dou-lhe os parabéns, senhor Brás Ferreira: o seu genro parece um rapaz extremamente amável.”

3. Passa as falas para o discurso indirecto:

a) JOAQUINA – Está, sim, senhor, foi agora para a mesa almoçar com o Senhor Brás Ferreira, seu sogro que está para ser.

b) GENERAL – Um almoço de família, almoço de noivos. Não permita Deus que eu tal perturbe. Esperarei.

IV – ESCRITA
1. Escreve um texto, com um mínimo de 150 e um máximo de 240 palavras, onde contes uma história, real ou imaginada, na qual se aplique o provérbio:
“Mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo”

BOM TRABALHO!!!

2 Respostas to “TESTE DE AVALIAÇÃO – LÍNGUA PORTUGUESA – 8º ANO – Falar verdade a mentir”

  1. iarasebastiao Maio 24, 2014 às 1:11 pm #

    Este site em que eu me encontro ajudou -me para a minha Ficha de Avaliação de Português que vai ser realizada em breve. OBRIGADO !¡

    • limina60 Maio 27, 2014 às 11:30 am #

      obrigada, Iara, espero que volte e que tenha os resultados com que sempre sonhou!😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: