Alma minha gentil, que te partiste – versificação

20 Maio

1. Ler o poema em voz alta

Alma Minha Gentil, que te Partiste
Tão cedo desta vida descontente,
Repousa lá no Céu eternamente,
E viva eu cá na terra sempre triste.

Se lá no assento Etéreo, onde subiste,
Memória desta vida se consente,
Não te esqueças daquele amor ardente,
Que já nos olhos meus tão puro viste.

E se vires que pode merecer-te
Algũa cousa a dor que me ficou
Da mágoa, sem remédio, de perder-te,

Roga a Deus, que teus anos encurtou,
Que tão cedo de cá me leve a ver-te,
Quão cedo de meus olhos te levou. 

Luís Vaz de Camões, in “Sonetos”

fonte: O citador

2. Copiar:
O texto poético
  • No texto poético prevalece a 1ª pessoa: há um «eu» que revela os seus sentimentos e as suas emoções. É, por isso, um texto muito pessoal e subjectivo, onde as palavras  formam combinações surpreendentes, não só ao nível dos sons e dos ritmos, mas também ao nível dos significados.
  • O texto poético normalmente está escrito em verso e, por vezes, é rico em figuras de estilo, que embelezam o poema.

Noções de versificação

 

 

 

  • Verso – cada linha do poema. Pode ou não ter sentido completo.
  • Estrofe – Conjunto de versos separados por um espaço.

 

Classificação das estrofes quanto ao número de versos:

– monóstico (estrofe com um verso);
– parelha ou dístico (estrofe com dois versos);
– terceto (estrofe com três versos);
– quadra (estrofe com quatro versos);
– quintilha (estrofe com cinco versos)
– sextilha (estrofe com seis versos);
– sétima (estrofe com sete versos);
– oitava (estrofe com oito versos);
– nona (estrofe com nove versos)
– décima (estrofe com dez versos).

Rima – É a terminação semelhante de cada verso. :

 

  • Tipos de rima:

– versos soltos ou brancos: versos não rimados;
– rima emparelhada: os versos rimam dois a dois (aabb);
 rima cruzada: os versos rimam alternadamente ( abab)
 rima interpolada: os versos rimam separados por dois ou mais versos diferentes (abba)

  • Métrica – Os versos podem ser medidos quanto ao número de sílabas métricas, que não são sempre iguais às sílabas gramaticais. Quando medes o verso, estás a fazer a sua escansão.
  • regras: a) a contagem das sílabas métricas é feita até à ultima sílaba tónica do verso; b) quando uma palavra termina numa vogal e a palavra seguinte começa por vogal, faz-se uma elisão, ou seja, as vogais fundem-se numa única sílaba. 


  • Classificação dos versos quanto ao número de sílabas métricas:

– monossílabo (verso com uma sílaba)
– dissílabo (verso com duas sílabas)
– trissílabo (verso com três sílabas)
– tetrassílabo (verso com quatro sílabas)
– pentassílabo (verso com cinco sílabas)
– hexassílabo (verso com seis sílabas)
– heptassílabo ou redondilha maior (verso com sete sílabas)
– octossílabo (verso com oito sílabas)
– eneassílabo (verso com nove sílabas)
– decassílabo (verso com dez sílabas)
– hendecassílabo (verso com onze sílabas)
– dodecassílabo ou verso alexandrino (verso com doze sílabas)

fonte:

http://linguaportuguesa7ano.blogspot.pt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: